Em Produção: Internet tem Rosto?

Ontem filmamos o 2o roteiro da nossa Trilogia Internet tem Alma: Internet tem Rosto?

Agora, mais provavelmente na semana que vem, começo a edição do vídeo. Estou em meio a outro projeto, mas gostaria de registrar um relato sobre esta produção, antes de sua edição e observar como evolui o processo.

Existe a grande possibilidade de que enxertemos algumas citações de Shopenhauer, gravadas para aplicação no canal. A decisão será tomada apenas no momento da edição, quando me inspiro totalmente para o intento, como quem seleciona bem algumas peças para montar um brinquedo que deve funcionar, posteriormente, como tal : um catalizador ou centro das próprias atenções.

Deste ‘brinquedo’, sabe-se de antemão, extrai-se-á aprendizado.

Enquando gravávamos, alguns sons invasores insistiam em fazer parte da gravação e como a produção situa-se no limiar entre a ficção e a realidade, a minha disposição é convergente às invasões de ‘acasos’ que por ventura se apresentem.

Estávamos, Poena e eu produzindo a gravação das falas quando um toc toc toc, oriundo do teto, invadiu o ambiente justo quando ela registrava a parte do texto de Shopenhauer que menciona a contradição existencial entre homens educados para serem ‘especialistas’ funcionais ao Mercado, e o homem que consciente de sua humanidade, tira partido da vida e desenvolve-se através de valores inerentes a sua alma, construindo o próprio caminho, postando-se em paralelo aos modelos sociais ou ideais de mesma ordem. Dizia então:

“É possível comparar o especialísta com um homem que mora em sua casa própria, mas nunca sai dela. Na casa ele conhece tudo com exatidão, cada degrau, cada canto e cada viga, mas fora desse lugar tudo lhe é estranho e desconhecido.(…)”

“Espíritos de primeira categoria nunca se tornarão especialistas. Para eles a totalidade da existência é que se impõe como problema, e é sobre ela que cada um deles comunicará à humanidade novas soluções, de uma forma ou de outra. Pois só pode merecer o nome de gênio alguém que assume como o tema de suas realizações a totalidade, aquilo que é grandioso, as coisas essenciais e gerais, e não alguém que dedica os esforços de sua vida a esclarecer qualquer relação específica de objetos entre si.”

Aquela invasão foi amplamante significativa para mim. Confio na sincronia dos acontecimentos e particularmente me entusiasma fazer disso parte da minha edição.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: