Sensação sem Sentido

Uma sensação sem fim… Nem motivo, nem gosto, nem explicação.

Uma sensação agonizante de sensação mais sem sentido. Algo interior fora de sua própria ordem. Inquestionável.

Onde a razão é insuficiente, o sentimento tem espaço.

E como se não bastasse toda a estranheza, uma suspeita de pesadelo tão vivo quanto jamais a vida conseguiria ser. Daqueles em que o perigo não se pronuncia, não se vê, não se ouve, não se sabe onde está, mas é presente é sentido. Vive dentro da gente sem sabermos ao certo o que dele dizer.

Uma sensação de morte interior, além entranhas, visceras, vidas..

Acho que meu espírito partiu sem dizer adeus. Mas talvez não seja nada tão grave quanto parece, ele pode ter saído de férias. Sem ele me sinto pela metade. Tão matéria, carne e ossos, que posso tomar banho de perfume na banheira durante horas, e ainda assim sentiria o ranço agridoce do sangue entranhado nas narinas de meu imaginário espírito de porco.

Embora tudo possa se resumir em sensação e imaginário..

Volta! Vem me visitar desse além imaginação! Esta outra parte de ti, por ti clama.. Se espírito de porco for, que venha render-se à carne e aos ossos, feder junto à mim, por que aqui ficou a parte de ti que não se habitua com tua ausência. Não pode a matéria ser apenas minha, ou mais minha do que tua. Não pode o espírito ser mais teu do que meu. Volta que um sem o outro não faz o menor sentido. Não onde me encontro. Volta que seja por compaixão, delírio, falta do que fazer. Quem sabe até, Amor.

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: