Rio Apocalipse Now

Rio de Janeiro feio. Pessoas mau educadas e grosseiras. Sujeira por todo lado, jovens de ‘griffe’ furando a fila do ônibus na maior cara de pau, um senhor joga sujeira no chão, meninos-crianças jogadas no Centro invadindo o ônibus pela janela, mendigando em massa. Você tenta seguir o seu caminho mas pessoas esbarram em ti sem nem te olhar, como se você não existisse e você não sai do lugar.

Uma multidão de olhares perdidos.

Dia após dia é o que vejo num trajeto curto para o trabalho. A sorte/benção é que o mesmo compensa o trajeto deprê. Hoje, ao retornar distraída olhando pela janela senti uma jamanta sentar ao meu lado. Nãao! Era uma jovem magrinha mas espaçosa como poucos. Sem se retratar, oriunda do seu mundo paralelo abriu a bolsa com a mesma brutalidade peculiar e sacou a revista Caras.. Como não acreditar no apocalipse?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: