Cadê o formador de opinião brasileiro?

O mundo contemporâneo produz boçalidades ‘do tipo Michel Teló’ , que soeguido, da noite para o dia,  à categoria de celebridade, passa a influenciar os desprovidos de cultura/ formação substancial, ou simplesmente, os desprovidos de bomsenso. Na realidade influi até na vida de quem se acha longe disso tudo, uma vez que o brasileiro médio ainda vive como orangotangos bem adestrados pela tv seriada, a reproduzir gracejos novelescos – o que significa piadinhas pseudo inspiradas. Uma tragédia contemporânea originária dos primeiros ecos de nossa subtalhada consciência civililadora.

A sociedade está longe do alvo principal de toda a corrupção que assola o país, ao mirar Michels Telós e Renatas Canvas. Exposta como o algoz e não à toa vestida de fera no padrão  ‘oncinhas’, em recente reportagem do Fantástico sobre a corrupção em hospitais públicos brasileiros. Como se o Brasil inteiro não soubesse que licitação pública, neste país, é sinônimo de corrupção, nos voltamos à superfície do problema e elegemos a ‘mulher de oncinha’ pra Cristo. Mas o que fazemos sobre as licitações corruptas? Piada e nada além.

O pior em nossa sociedade é a insuficiência de formadores de opinião conscientes dos absurdos da política praticada no Brasil – corrupta, desumana, lesadora dos direitos e do patrimônio do brasileiro –  que pouco ou simplesmente nada fazem para ajudar na ampliação das consciências.

Todos sabemos que sair da chamada ‘zona de conforto’ não é para qq um, e que a maioria não o faz.

Mas tem gente que, detém tantos espaços e obteve tantas oportunidades de atingir o grande público que deveria atuar como transformadora da sociedade. Cadê a responsabilidade social da opinião pública brasileira??????? Cadê os ‘melhor servidos de consciência?’ Por que não doam um pouco do que possuem, em termos de reflexão compartilhada e esclarecimento, para ativar as consciências alheiras? Há dentre literatas, artistas plásticos, atores, músicos e empresários da cultura gente muito bem preparada e disposta. Por que não reunir estas forças e empreender uma faxina na nossa política? Só depende de nós não sermos mais separativístas e nos posicionarmos nos limites dos eixos curtos de nossas especialidades. Só depende de nós reunir as forças entendendo que arte de verdade é muito mais um modo de fazer, do que uma ou outra prática de status e mercados duvidosos, pois especulativos.

Só depende de nós ampliar a consciência de todos os nossos irmão. Somos todos humanos e merecedores de recursos, oportunidades e realização de sonhos.

 

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: