Archive for the ‘Brasil Remoto’ Category

Nada Mata mais do que o Progresso

outubro 25, 2013

Excuse-Me-While-I-Go-Call-God.-I-Have-A-Bug-to-report

Anúncios

Os da Situação

outubro 25, 2013

bandeira-do-brasil

Os satisfeitos com a situação dizem que nunca fomos tão inclusivos e ‘quase por completo alfabetizados’. Dizem como se vivêssemos no melhor dos mundos. Como se não enxergassem que todos deveriam usufruir do melhor do mundo. E que é isso que importa. Jamais o histórico de desumanidades, hoje disfarçado de falsas democracias.

Enfim,

dizem como se não fosse possível uma outra ordem. Alguns cegos, outros desumanos, todos políticos. Mas quem sustenta é a sociedade…

Sociedade pra Quem?

outubro 25, 2013

American Mechanics Carrying Casings On Their Heads On January 1939

Os  satisfeitos com a situação se vangloriam do conhecimento histórico, onde o passado de misérias foi, segundo eles, ‘ultrapassado’(!?). Que realidade é essa que mais parece ficção?  Que história é essa que condena o cidadão? Que sociedade é essa que tem a faca e o queijo na mão e não se assume?

A maioria Não Existe

outubro 25, 2013

A Joyous Time

O que lhes importa é o Progresso, Remoto, Sem Fim

outubro 25, 2013

Plexiglass.

Brasil Funcional

outubro 25, 2013

manequim_nu24

Estamos construindo o futuro deste país baseado no conhecimento funcional. Assim são as políticas de Planos Educacionais do Brasil: domesticadoras da massa, raramente permitem o revelar do Brasil criativo.

Herói Matador

outubro 25, 2013

Kiki-Kogelnik-11

Não é à toa que os nossos ‘heróis morreram de overdose’. O que se pode esperar de um mundo que não considera a humanidade? .. E a todo instante corrompe humanos em homens de negócios.

ou

Herói salvador revela-se Matador sanguinário!

Mascarados

outubro 25, 2013

Plateia_teatro

No imaginário, máscaras escondem. Na realidade, roubam a cena.

Pergunte a qualquer Ser Humano

outubro 25, 2013

abaixo-a-ditadura

Não é por que houve, oficialmente, uma ditadura no Brasil, que não se possa enxergar que a mesma nunca deixou de existir. Hoje ela faz gênero: usa o manto invisível de uma democracia de estado liberal.

Não é preciso ver pra sentir. Pergunte a qualquer ser humano.

Sorria! Você está sendo outra Pessoa

outubro 25, 2013

menina-sopa