Posts Tagged ‘comida natural’

O Pão Bento e os Níveis de Consciência

janeiro 29, 2009

A velha nova história sobre os níveis de consciência que os seres humanos possuem e mal se dão conta.

Embora esteja cada vez menos comendo carboidratos, compro pelo menos uma vez por mês o Pão Bento. Dizem, é feito em moinho de pedra na ilha do governador. Escolho sempre o pão integral preto,  uma delícia para o meu paladar.

Da última vez, enquanto procurava a data de validade no saco, me dei conta que era de plástico. Puts, que droga! Os caras fazem um pão delícia e metem dentro de embalagem plástica.

Não podemos desconsiderar que alimentar a produção de plástico é contribuir com um processo de desequilíbrio ambiental em devastador ‘progresso’.

Enquanto eu e minha consciência estávamos conjecturando com o saco de pão erguido na altura dos olhos, uma senhora desconhecida apontou para o mesmo e disse  :

“Esquisito esse pão  preto, duro! Tem gosto não, né.”

Não captei se era afirmação ou pergunta. Disse sorrindo:

“Eu gosto. Pra quem se habituou a comer pão torradinho, sem miolo a base de bromato de potássio, pode parecer esquisito mesmo..”

Ela sorriu de volta:

“Eu adoro pão francês bem torradinho! Sem miolo é claro, pra ficar esbelta!” 

Virou-me as costas e correu atrás da amiga :

“Espera Marlene!”

Há pouco eu achava esquisito produzirem pão natural (processo artesanal, tradicional) e embalarem em plástico, material industrial produzido excessivamente em todo o mundo ainda que comprovadamente nocivo à integridade ambiental. Já a senhora que me abordou não compreende a diferença entre o valor nutritivo de um pão produzido através de processo industrial e outro através de processo natural. Concentra-se apenas na aparência que as coisas e ela própria tem. Não alcança que se adoecer de um câncer devastador provocado pelo consumo excessivo de comida industrializada, ou que se a Terra adoece de maneira igualmente devastadora, não haverá aparência que nos salve.

Esquisito é o caos que habita os seres humanos. Mas compreensível.

Falta-nos o discernimento necessário para enxergar a natureza dos diferentes valores em meio ao contexto diverso em que vivemos. O contexto que nos habita. Infelizmente esta noção de base, que é fundamental para o nosso bem-estar é compreendida como alternativa. Inversão de valores típica do mundo moderno, que, em boa parte, substitui o que é natural pelo que é artificial, produtivo e fundamentalmente rentável..

Neste contexto de modernidade, substituímos a noção do experimento como base de autoconhecimento. A Família e a Educação não apenas se adaptaram e seguiram o progresso, como o sistematizaram constituindo nova cultura. O mundo moderno produz conhecimento destinado ao consumo progressivo. Conhecimento que não se experimenta, apenas se apreende e se devora.

Ao nos afastarmos da Natureza, nos afastamos de nós mesmos e perdemos o discernimento perante a Vida.

Pena que dona desconhecida foi atrás de Marlene! Poderia ter me proporcionado um grande aprendizado, se eu conseguisse equalizar a minha linguagem à sua consciência. Gostaria de poder lhe mostrar que o mundo é feito de infindáveis gostos por trás d’ alguns hábitos que desenvolvemos como vícios terminais.

Anúncios

Casa do Crudívoro

dezembro 12, 2008
Casa do Crudivoro

Casa do Crudívoro

Embora a palavra revolução geralmente deixa de ter sentido, quando se ultrapassa os primeiros 20 anos de vida, o que realmente me parece contribuir com a sua derrocada é a submissão aos sistemas sócio-políticos com a qual a sociedade se ‘orienta’. E isso independe de idade, mas fundamentalmente é uma questão de : consciência e filosofia de vida. Por trás das quais estão: a formação estrutural do indivíduo e seus anseios mais profundos.

Ou você quer ser incorporado pela cultura social e por ela modela uma personalidade, empreende seu suor, sangue e espírito em troca de um espaço ‘bem condicionado’. Ou você quer ser o que é e por isso empreende seu suor, sangue e espírito sem concessões, sem negociatas, sem passar por cima de ninguém, muito pelo contrário, encontrando pouco a pouco durante a vida, raros parceiros afins. Mas sofre por durante um longo período estar só. Sofre por não ser compreendido, sofre por parecer miserável enquanto você está promovendo a mais justa das causas, aquela que vai fazer de você alguém de verdade.

A sociedade se move por preconceitos. E assim se constrói, doa a quem doer.

Por que menciono tais palavras num post sobre a Casa do Crudívoro?

Por que existe um imenso potencial revolucionário na cultura crudívora. E este potencial está diretamente relacionado a indústria alimentícia e da saúde, especialmente a farmacêutica. Quem se alimenta de crus, em geral, possui uma qualidade de vida muito maior do que quem ingere comida cozida, assada ou frita. O alimento cru funciona em sua potência máxima proporcionando ao organismo ‘em condição real’ tudo o que precisamos. Neste caso a alimentação natural sustenta o corpo físico de maneira íntegral. Mais do que alimento, ingere-se remédios vivos, naturais…

Já imaginaram a economia em termos de : médicos, farmácia e alimentação processada artificialmente?

Posso garantir que a economia é enorme, que se emagrece naturalmente e que a constituição física acrescida de exercícios físicos regulares – mas nada excessivos – proporciona condições integrais ao corpo humano. 

Já repararam na silhueta esguia da grande maioria dos japoneses? O japonês é o povo que mais vive na face da Terra. E assim como alguns franceses que ingerem pequenas doses de vinho tinto diariamente, possuem a menor incidência de problemas cardíacos do mundo.  

Assim como eu, os japoneses não fazem uma dieta 100% crua, investem muito no ômega existente nos peixes crus, não utilizam a manteiga como base da culinária, mas molhos e temperos com base em : soja, ameixa, dashi (caldo de peixe) e algas dentre outros. Ao invés de pão, arroz (de minha parte integral), comem regularmente: rabanete, nabo e beringela. Na dieta japonesa raramente se utiliza: carne vermelha, açúcar, manteiga e gordura animal, já na dieta americana é justamente ao contrário… Assim como as vacas que ingerem cálcio vegetal diretamente do capim, eu o incorporo do suco verde (ou da luz) – receita publicada tempos atrás aqui no blog. Em 6 meses  de suco matinal 5 vezes na semana mudei o aspecto de minha pele radicalmente e emagreci naturalmente sem grandes esforços.

Este ainda é um exemplo ‘mais ou menos’ , um exemplo para intermediar a mudança de hábito que é realmente radical. Uma perspectiva ainda distante dos enormes benefícios de quem apenas come comida crua. Citei este exemplo porque é o que mais se aproxima de minha dieta atual.

O melhor seria que vocês absorvessem conteúdo diretamente do site da alimentação crudívora, através do banner ao lado ou do link na categoria sites. Eles possuem inúmeros exemplos sobre a cultura, como livros, videos, entrevistas, casos, instrumental, receitas, cursos e workshops.

Tenho a satisfação de comunicar que a partir de hoje a Casa do Crudívoro é parceira do Globalaio. Estamos aqui também para auxiliar na disseminação desta cultura riquíssima, que poderá revolucionar os hábitos de nossa sociedade, baseada numa filosofia de vida natural, purificadora, reestruturadora, simples e muito econômica.

Tortas com Germinados

novembro 7, 2008

Torta Vienense

Germinados:

Amêndoas  germinadas
Ingredientes:

ameixas preta sem caroço;

maçãs cortadas bem fininhas;
raspas de limão;
canela em pó;
passas hidratadas;
damasco hidratado liquidificado
morangos ou cerejas

Massa:

Moer as amêndoas com as ameixas formando uma massa e com ela modelar um vazio para receber o recheio .

Recheio:

Maçã ,  passas, as raspas de limão e a canela, tudo a gosto. Rechear a torta.

Cobertura:

Cobrir a torta com o creme de damasco hidratado batendo-o no liquidificador.

Enfeitar com as cerejas ou os morangos.

  


Variações da Torta Vienense

Germinado:

Amendoim  germinado
Ingredientes:

ameixas preta sem caroço;

maçãs cortadas bem fininhas;
raspas de limão;
canela em pó;
passas desidratadas;
mangas
uvas

Massa:

Moer o amendoim com as ameixas formando uma massa e com ela modelar um vazio para receber o recheio .

Recheio:

Maçãs, passas, as raspas de limão e a canela, tudo a gosto.Completar o vazio modelado.

Cobertura:

Cobrir com manga liquidificada e peneirada na panela furada número 3.

Decorar com uvas verdes e pretas.


Mousse de Morango no Mamão

Germinado:

Amendoim e linhaça

Ingredientes:

Coco

Morangos

Passas brancas

Canela

Raspa limão

Manga

Mamão papaia

Creme:

Moer o amendoim germinado com coco , morangos, passas hidratadas, canela , limão.

Modo de servir:

Servir  em meio mamão papaia sem caroço, com detalhe de linhaça e tiras de manga amarelas rodeando morango no centro da bola cor de rosa.


Barq uetes de Tangerin a

Germinados:

Gergelim preto

Ingredientes:

Tangerina pokan

Abacate

Abacaxi

Manga

Morango

Creme:

Abacate liquefeito com abacaxi

Modo de fazer:

Partir a tangerina no sentido transversal, retirar os gomos que estão partidos ao meio, encher as barquetes de casca de tangerina com o creme, voltar com os gomos fazendo pétalas, detalhes de fios amarelos das mangas em tiras, dos morangos e do gergelim preto germinado.


Torta da baba do Conde

Germinados:

Pinhão

Ingredientes:

Figo seco

Pêra madura

Fruta de Conde

Limão

Uva passa

Coco

Massa:

Moer o pinhão descascado com os figos formando uma massa e com ela modelar um vazio para receber o recheio .

Recheio:

Espreme a fruta de conde na panela furada número 1. Corte pêra em fatias finas e intercale com o creme de fruta de conde até encher o vazio.

Cobertura:

Coco  ralado com raspa de limão enfeitado com uva passa hidratada e bolinhas feitas com o bagaço da fruta de conde com cravo espetado no centro.


Torta  de abacaxi com côco

Germinado:

Amendoim  e  linhaça germinados separados

Ingredientes:

Abacaxi

Coco

Passas pretas

Manga

Morango

Limão

Massa:

Moer o amendoim germinado com linhaça e passas lavadas , raspas de limão  formando uma massa e com ela modelar um vazio para receber o recheio .

Recheio:

Picar o abacaxi em lâminas finas, deixar escorrer o excesso de líquido, misturar com coco ralado .Completar o vazio modelado

Cobertura:

Creme de manga liquefeito e peneirado na panela furada número 3. Cobre a torta e enfeita com morangos.


Torta de banana

Germinado:

Amendoim , amêndoas e linhaça germinados

Ingredientes:

Tâmara desidratada

Banana dágua madura

Banana prata ainda bem dura

Limão

Canela

Caqui

Coco

Mamão ou abacate

Massa:

Moer o amendoim germinado com amêndoas , as tâmaras e raspas da casca do limão formando uma massa e com ela modelar um vazio para receber o recheio .

Recheio:

Liquidificar banana prata  com caldo de limão e canela. Misturar com as bananas maduras o mamão ou o abacate cortados em fatias. Completar o vazio modelado.

Cobertura:

Creme de caqui  peneirado na panela furada número 3. Cobre a torta e enfeita com linhaça germinada e coco .

Receitas da Ana Branco

Sítio São João – Proposta e Tabela de Preços

março 28, 2008

S�tio São João

O Sítio São João está trabalhando para se tornar totalmente orgânico e agroecológico. Conheci o sítio na década de 90, é um paraíso! Consumo seus produtos, raridades que fornecem energia da fonte direta pra urbanóides como nós. São alimentos trabalhados por uma galera amorosa cheia de graça, habilidades e juventude. Alimento natural sem quaisquer toxinas que vem diretamente da terra, recolhidos por mãos de grandes profissionais e verdadeiros exemplos e ponto de referência para a qualidade de nossas vidas. Como se não bastasse, são eles mesmo que nos trazem seus produtos.

É isso aí, nada de intermediários! Quanto mais produtores encontrarem sua clientela diretamente, melhor estaremos trabalhando por uma sociedade auto-sustentável e naturalmente equilibrada.

Eles possuem: Apiário com bastante mel, própolis e de vez enquando pólen, um Ervanário com muitas plantas medicinais diferentes, algo bem didático porque é o cenário natural dos Cursos e Oficinas de Plantas Medicinais e Homeopatia na agricultura.

Além de tudo isso estão planejando um trabalho de Ecoturismo participativo e Multirões para este ano!

O Sítio São João já esta aberto para Estágios de Vivência com Homeopatia.


ABAIXO, OS PRODUTOS DO SÍTIO SÃO JOÃO. INTERESSADOS FAVOR ENTRAR EM CONTATO DIRETO COM O FRAN, A LAIDA OU A MARI, OS PRODUTORES. EMAILS:

chirosa@gmail.com

maricoutorosa@gmail.com

O tel eu disponibilizo em breve por aqui.

TRUTAS (limpas, cada uma pesa entre 250 e 300gr)

R$ 15,00 / kilo

MEL (em vidros de 800 e 1100gr)

R$15,00 / R$18,00

MEL de Tiúba ou Uruçu (em vidrinhos de 40 ml)

R$7,00

GELÉIA de PERA (200gr e 300gr)

R$ 8,00 / R$9,00

PÓLEN (40 ml) em falta

R$7,00

DOCE de BANANA (800gr/450gr/200gr)

DOCE de PERA (800gr)

R$10,00 / 7,00 / 5,00

R$ 15,00

TINTURA de própolis OU

TINTURA emagrecedora (cavalinha, alcachofra e carqueja) OU

TINTURA depurativa (chapéu d couro, tansagem, cavalinha) OU

TINTURA calmante (mulungu, funcho, erva cidreira) OU

TINTURA energética (alecrim, canela, cipó-cravo)

R$7,00

VINAGRE de maçã com ervas aromáticas

R$7,00

SPRAY (mel, própolis, tansagem, guaco e hortelã)

R$7,50

POMADA anti-inflamatória (cera de abelha, arnica, alfazema e alecrim)

R$6,00

ÁGUA DE CHEIRO (canela OU alecrim OU alfazema) – 40ml

R$7,00

XAROPE (mel, guaco, poejo, vicky, hortelã e tansagem) – 300ml

R$6,00

SAL DE ERVAS (sal marinho+várias ervas frescas do sítio)

R$3,00

Entrega (Catete, Laranjeiras, Bairro de Fátima)

Entrega (Santa Teresa)

Entrega (Zona Sul e Centro)

R$4,00

R$3,00

R$6,00