Posts Tagged ‘consumo’

Manequim Nu – Consumo

março 28, 2009

O Laboratório de Imagem é coordenado pela professora Maria Florentina. Segundo o prof. Álvaro, a Flo é uma freudiana com alma de Jung. Por enquanto só posso dizer que esse laboratório inspira..

A partir do livro de Baudrillard:  A Sociedade de Consumo, capítulos:  ‘A Lógica Social do Consumo’ e ‘Para uma Teoria do Consumo’ – produzi 2 micro-ensaios em slide: Associação Índio Camelô e Manequim Nu.

Vou postar aqui algumas fotos do Manequim Nu e deixo para o próximo as fotos da Associação Índio Camelô.

manequim_nu19

manequim_nu24

manequim_nu34

manequim_nu43

manequim_nu54

manequim_nu64

manequim_nu74

manequim_nu83

O enfileiramento dos manequins e seus corpos em pedaços, o reflexo dos enfileirados na vitrine, os manequins destituídos como suportes de vestuário – nús diante da vitrine: o ‘habitat natural’, o interior da vitrine vazia, o funcionário que limpa o espaço e todo o desarranjo orquestrado pela reorganização da vitrine – são fatores, dentre outros possíveis, neste arranjo informal. Onde não houve qualquer organização em relação as peças, simplesmente identifiquei na disposição das mesmas diante da vitrine uma boa oportunidade para exercitar o olhar sob o tema proposto.

Anúncios

+ Thoreau. Informação = Poluição da Alma

maio 27, 2008

Outra coisa excepcional que Thoreau dizia era que deveríamos ficar longe das informações por que estas poluem a Alma.

Eis aí um argumento precioso para o Homem moderno meditar a respeito.

É devido a cultura exarcerbada em se acumular informações exteriores, alheias, que deixamos de olhar para dentro de nós mesmos. Sem perceber produzimos verdadeiras aberrações da natureza humana, uma vez que não aproveitamos a oportunidade que a vida nos dá para que possamos nos conhecer, investindo vidas inteiras numa eterna novela de costumes e hábitos, sem a menor reverberação interior.

Não parece absurdo o culto diário às fofocas de revistas e jornais, como se não tivéssemos vida própria?

Eis aí explícito o elo perdido.