Posts Tagged ‘vídeo’

Queria ter uma Urna em Quem Confiar

setembro 17, 2014


Sociedade sem fim. Nem princípios:
Antes de qualquer eleição, e por conseguinte, de escolhas partidárias, não seria legítimo analisar transparentemente, uma urna que foi reprovada internacional e localmente por ser altamente violável? Mas que, por outro lado, o TSE validou mesmo em face da análise de especialistas? (video acima).

Enquanto isso o blábla político corre solto, investindo as cegas num sistema de representabilidade política, corrupto.

Na política brasileira, carrega-se o peso da ignorância coletiva, catapultada pelo voto da maioria/voto obrigatório. E é assim em praticamente toda a América Latina, mas não em países do 1o mundo, onde o voto é facultativo. Copiô?

Queria ter uma urna em quem confiar.

Anúncios

Em Produção: Internet tem Rosto?

junho 12, 2008

Ontem filmamos o 2o roteiro da nossa Trilogia Internet tem Alma: Internet tem Rosto?

Agora, mais provavelmente na semana que vem, começo a edição do vídeo. Estou em meio a outro projeto, mas gostaria de registrar um relato sobre esta produção, antes de sua edição e observar como evolui o processo.

Existe a grande possibilidade de que enxertemos algumas citações de Shopenhauer, gravadas para aplicação no canal. A decisão será tomada apenas no momento da edição, quando me inspiro totalmente para o intento, como quem seleciona bem algumas peças para montar um brinquedo que deve funcionar, posteriormente, como tal : um catalizador ou centro das próprias atenções.

Deste ‘brinquedo’, sabe-se de antemão, extrai-se-á aprendizado.

Enquando gravávamos, alguns sons invasores insistiam em fazer parte da gravação e como a produção situa-se no limiar entre a ficção e a realidade, a minha disposição é convergente às invasões de ‘acasos’ que por ventura se apresentem.

Estávamos, Poena e eu produzindo a gravação das falas quando um toc toc toc, oriundo do teto, invadiu o ambiente justo quando ela registrava a parte do texto de Shopenhauer que menciona a contradição existencial entre homens educados para serem ‘especialistas’ funcionais ao Mercado, e o homem que consciente de sua humanidade, tira partido da vida e desenvolve-se através de valores inerentes a sua alma, construindo o próprio caminho, postando-se em paralelo aos modelos sociais ou ideais de mesma ordem. Dizia então:

“É possível comparar o especialísta com um homem que mora em sua casa própria, mas nunca sai dela. Na casa ele conhece tudo com exatidão, cada degrau, cada canto e cada viga, mas fora desse lugar tudo lhe é estranho e desconhecido.(…)”

“Espíritos de primeira categoria nunca se tornarão especialistas. Para eles a totalidade da existência é que se impõe como problema, e é sobre ela que cada um deles comunicará à humanidade novas soluções, de uma forma ou de outra. Pois só pode merecer o nome de gênio alguém que assume como o tema de suas realizações a totalidade, aquilo que é grandioso, as coisas essenciais e gerais, e não alguém que dedica os esforços de sua vida a esclarecer qualquer relação específica de objetos entre si.”

Aquela invasão foi amplamante significativa para mim. Confio na sincronia dos acontecimentos e particularmente me entusiasma fazer disso parte da minha edição.

Perspectivas – Da Fuga à Inspiração

junho 10, 2008

Seria particularmente difícil produzir um filme nos moldes da estruturação formal como reza a tradição narrativa. Conheço suficientemente bem roteiro, estilos e planos de filmagem, o formato(narrativa e todo o procedimento, do argumento à pós-produção) não me inspira. O meu universo é definitivamente outro, e nele implica a exploração de novas linguagens por impregnância direta de procedimentos pessoais (subjetivos) quanto a estruturação narrativa. Estes procedimentos têm como objetivo o autoconhecimento.

Na construção de meus webvídeos(ou webartes), planos e roteiros são as bestas de um espetáculo dedicado à exploração das possibilidades e recursos inerentes a internet. Bestas por que findo por subvertê-los, ainda que sem abrir mão por completo de sua concepção original (não busco a apropriação exterminatória, mas certo paralelismo).

O meu desejo de expressão nunca foi afinado com a tradição social, o que provocou diversos curtos-circuitos existenciais enquanto ignorante das qualidades inerentes ao meu ser. A minha expressão remete a coalisão entre o instinto, a razão e fundamentalmente o mistério.

A natureza de minhas produções em webvídeo estão bem definidas na natureza do site globalaio. Acrescentaria apenas que não considero a realidade lugar comum (como proposto em sociedade), considero a realidade campo de realização da inspiração subjetiva. Através do diálogo entre possibilidades externas e internas, procuro compreender e melhor revelar a dicotomia da perspectiva existencial.

Por fim trabalho de maneira a injetar certa dose de humor como fator terapêutico à ‘expressão de mundo que nos circunda’. Acredito que conheço um pouco de muitas coisas, do aspecto técnico ao aspecto filosófico, psicológico e alguma coisa do antropológico e espiritual. Em todos estes aspectos desejo me aprimorar e também por isso desenvolvo este Blog.

 

A Trilogia em VideoArte: ‘Internet tem Alma’, será postada aqui na Terra Virtual e na Categoria exclusiva para a Trilogia , aí à direita: Internet tem Alma – Trilogia em VideoArte

1o. – Internet tem Alma?

2o. – Internet tem Rosto?

3o. – A definir…

Observadores de Pássaros

junho 7, 2008

Pássaros não racionalizam o próprio vôo, simplesmente voam.

Há mais de 15 anos pinto pássaros. Motivo também de meditação na praia, quando também alço vôo só de observá-los, e vivencio instantes de leveza profunda pelo alívio em desviar do corpo que me persegue.

+++

 

Ao inaugurar mais uma categoria por aqui, ao invés de críticas, gostaria de exercitar o observador de meios audiovisuais.

Observador no sentido do sujeito que antes de opinar observa com todo o seu ser: Olha e vê, escuta e ouve profundamente como a maioria de nós mau habituou em não praticar.

São portanto escritos de auto-educação, autoconhecimento.

A tarefa resume-se em registrar impressões sensíveis sobre: o cinema, o vídeo, o documentário e o webvídeo que elaboro especialmente para veiculação na internet na categoria : FILMES e publico na categoria : TERRA VIRTUAL. A produção inaugural trata-se da trilogia em webvídeo: ‘Internet tem Alma’, cuja a 1ª parte intitulada da mesma forma, porém incluindo o ponto de interrogação: Internet tem Alma? , foi publicada aqui no Blog e no Youtube.

Vamos ao exercício de observação quanto ao material audiovisual. Que seja exercício de sensibilidade, compreensão e convergência.

Volto ‘Na Companhia de Homens’, filme de Neil LaBute, 1997. ; )